DEBEMUR MORTI NOS NOSTRAQUE (por Pr. Ailton Gonçalves)

Frase certeira para cada um de nós!

Uma tradução seria: “Estamos sujeitos à morte, nós e o que nos diz respeito”.

É também expressão de um verso de Horácio (Arte poética). Todos os dias a morte nos rodeia. Principalmente nesses tempos de pandemia, reaprendemos a conviver com a morte. Talvez, para nos lembrar, com frequência, como é breve e passageira a vida.

O Brasil chora por Paulo Gustavo e os seus mais de 400 mil mortos. “Debemur morti nos nostraque”. Estamos sujeitos à  morte.

Ainda bem que ela não dá a última palavra. Não fomos feitos para morrer!

Morremos, mas não fomos feitos para morrer! É isso!

 

1 comentário em “DEBEMUR MORTI NOS NOSTRAQUE (por Pr. Ailton Gonçalves)”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE

A missão do Olepeninha é publicar informações esportivas sobre Rio Branco Esporte Clube, União Barbarense e XV de Piracicaba, além de levar informações sobre esportes amadores de Americana e Santa Bárbara.

Logo OléPeninha

SOBRE

A missão do Olepeninha é publicar informações esportivas sobre Rio Branco Esporte Clube, União Barbarense e XV de Piracicaba, além de levar informações sobre esportes amadores de Americana e Santa Bárbara.

Rolar para cima